Sistema de Plantio Direto de Hortaliças 

 

Instituição proponente: IDR-Paraná 

Responsável pelo curso: João de Ribeiro Reis Junior (joaoreis@idr.pr.gov.br)- IDR- Paraná

Modalidade: Presencial 

Objetivo Geral: 

Capacitar sobre SPDH os Profissionais do IDR- PARANÁ, técnico em agropecuária e engenheiros agrônomos e profissionais de entidades parceiras.

Descrição do Projeto:

A realização de Curso presencial, visa solucionar as dúvidas mediante apresentações claras sobre o método do SPDH, permitindo que os profissionais ao final do treinamento tenham condições de praticá-lo junto aos agricultores assistidos.

Conteúdo Programático:

  • Definição Agenda do Curso, definição dos instrutores e ajustes

  • Concepção metodológica e técnico/científico do método SPDH

  • Evolução das plantas, suas capacidades e relações formando “cultura séssil”

  • Iniciando o SPDH

  • Avaliação participativa do perfil cultural do solo em SPDH.

  • Fisiologia da produção e nutrição mineral de plantas

  • Produção de mudas de hortaliças em SPDH

  • Cultivo de Brássicas em SPDH

  • Produção de tomate em SPDH

  • Avaliação do curso e encaminhamentos

Público-alvo: Profissionais da área (técnicos agrícolas e Agrônomos)

Carga Horária: 24 horas

Vagas: 60

Período de inscrição: 06 de junho  à 21 de junho de 2022

Data de realização dos encontros presenciais: 21 de junho à 22 de junho de 2022

Docentes:

Jamil A. Fayad

João de Ribeiro Reis Junior

Jucinei J. Comin

Marcelo Zanella


Operação de Aeronaves Remotamente Pilotadas – RPA no sistema SEAGRI

Instituições proponentes: Adapar, SEAB, IDR, CEASA, SETI

Modalidade: Híbrido

Local: IDR – CDT - Londrina

Objetivo Geral: Capacitar operadores de Aeronaves Remotamente Pilotadas

Objetivos Específicos:

Capacitar operadores de Drones;

Capacitar analistas para processamentos das imagens;

Ampliar a inserção dos técnicos na geotecnologia.

Conteúdo Programático:

Módulo 1 - Conceitos e terminologias;

Módulo 2 - Sistemas e Sensores;

Módulo 3 - Posicionamento e georreferenciamento;

Módulo 4 - Aerofotogrametria e processamento de imagens;

Módulo 5 - Legislação;

Módulo 6 - Planejamento de Voo;

Módulo 7 - Sistema de Informação Geográfica;

Módulo 8 - Processamento de Imagens;

Módulo 1 – Adapar - Fiscalização do Uso do Solo Agrícola com Drones;

Módulo 2 – Adapar - Regras e Aspectos Legais para Uso dos Drones;

Módulo 3 -  Adapar – Uso em ações de Defesa Agropecuária;

Módulo 4 – Adapar – POP - Procedimento Operacional Padrão - Uso de Drones

Carga horária: 33 horas

Público-alvo: Técnicos das entidades que formam o sistema SEAGRI.

CAPACITAÇÃO DE TÉCNICOS PARA O CULTIVO DE CEREAIS DE INVERNO NO PARANÁ.

O curso objetiva aprimorar os conhecimentos sobre cereais de inverno no Paraná, tratando sobre o cultivo de trigo, triticale, aveia granífera e aveia forrageira. Ofertada pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, a formação é direcionada à difusão de cultura de outono/inverno que podem substituir o milho na alimentação animal. Os conteúdos relacionam-se à transferência de informações e técnicas que auxiliam na implantação das unidades demonstrativas (UDs) de cereais de inverno, as quais serão cultivadas por agricultores do Estado com suporte dos técnicos da extensão rural do IDR-Paraná.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Módulo 1:

- Perspectivas de mercado para os cereais de inverno para a safra 2022: trigo, triticale e aveia granífera;

- Melhoramento Genético de cereais de inverno no IDR- Paraná;

- Aspectos gerais do cultivo de triticale.

Módulo 2:

- Manejo fitotécnico de trigo: da semeadura a colheita;

- Manejo de doenças na cultura do trigo;

- Recomendações técnicas para a produção de aveia granífera.

Módulo 3 :

- Parceria IDR-Paraná, Embrapa e Fundação Meridional: produção e mercado de sementes;

- Utilização de cereais de inverno na alimentação animal e perspectivas de mercado;

- Manejo de aveia granífera e forrageira na alimentação animal.

Módulo 4:

- Produção de silagem de trigo e triticale para alimentação animal;

- Melhoramento Genético de Aveia Forrageira no IDR-Paraná;

- Cultivo de cevada no Paraná: perspectivas e desafios.

PÚBLICO-ALVO

Técnicos do IDR-Paraná, Prefeituras Municipais, Cooperativas, Iniciativa Privada e estudantes universitários.

MODALIDADE: EAD- Plataforma Streamyard, com transmissão pelo YouTube.

CARGA HORÁRIA: 20 horas


Cuidados básicos com fauna silvestre: Preparação para o Programa CRIA

Objetivo do curso: Fornecer os conhecimentos básicos sobre cuidados com fauna silvestre, com grande foco em filhotes e nas espécies atendidas pelo Programa CRIA, para que o estudante possa participar deste programa de voluntariado ou simplesmente se sensibilize sobre os cuidados com animais silvestres. O curso é requisito básico para participação no Programa de Voluntariado CRIA, gerido pelo Instituto Água e Terra

Público-alvo: Público em geral, a partir de 18 anos. Estudantes e profissionais da área ambiental e que atuam com fauna silvestre (Biologia, medicina veterinária e zootecnia).

Carga horária: 16 horas.

Avaliação: Será aplicado, ao final de cada módulo, um questionário relativo aos conteúdos abordados. A nota mínima geral do curso é 70 pontos.

Conteúdo Programático:

Módulo 1 - Introdução:

- Informações sobre o Programa CRIA;

- Noções básicas de bem-estar animal;

- Noções básicas de comportamento animal.

Módulo 2 - Cuidados básico com répteis (focado em quelônios):

- Biologia básica dos répteis;

- Alimentação de répteis;

- Cuidados específicos com répteis (como abrigo, insolação e sinais de alerta).

Módulo 3 - Cuidados básicos com aves:

- Biologia básica das aves;

- Alimentação de filhotes de aves (com destaque dos diferentes tipos de dieta);

- Cuidados específicos com aves (como abrigo, ambiente e sinais de alerta);

Módulo 4 - Cuidados básicos com mamíferos (com foco em gambás):

- Biologia básica dos mamíferos;

- Alimentação de filhotes de gambás;

- Cuidados específicos com filhotes de gambás (como abrigo, ambiente e sinais de alerta).

Módulo 5 - Lidando com a destinação:

- Indicações de como lidar emocionalmente com a destinação dos animais atendidos;

- Como proceder com animais mortos.


SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL E DE RECURSOS HÍDRICOS -SIGARH

O curso é uma capacitação em Sistema de informações corporativas, voltado para a operação e gestão dos recursos hídricos na abrangência do Estado do Paraná.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Cadastro do usuário;
  • Cadastro do Empreendimento;
  • Requerimento de Captação Superficial;
  • Requerimento de Lançamento de Efluentes;
  • Acompanhar a sua solicitação;
  • Receber notificações.

PÚBLICO-ALVO

Para aqueles que necessitam de requerimento de licença para uso dos recursos hídricos.

MODALIDADE: EaD

CARGA HORÁRIA: 02h


SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL

O Sistema de Gestão Ambiental - SGA é uma solução informatizada para emissão de licenças ambientais, permitindo aos usuários a requisição de licenças pela internet, além de disponibilizar consultas e outras informações.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Apresentação
  • Central de Segurança
  • Cadastro de Usuário Ambiental
  • Cadastro do Imóvel
  • Cadastro do Empreendimento
  • Requerimento de Licença
  • Consulta Solicitação de Renovação de Licença

PÚBLICO-ALVO

Todos aqueles que necessitam emitir licenças ambientais.

MODALIDADE: EaD

CARGA HORÁRIA: 02 horas


Melhoramento Genético de Plantas para Resistência às Doenças, Insetos e Nematóides

O curso é uma capacitação em melhoramento genético de plantas para resistência às doenças, insetos e nematoides.

Objetivos: 

Geral: Capacitar estudantes e profissionais no tema melhoramento genético de plantas para resistência às doenças, insetos e nematóides.

Específico: Capacitar a equipe técnica do laboratório de Genética de Café e do laboratório de Biotecnologia do IDR-Paraná visando auxiliar no programa de melhoramento desse instituto.

Público-alvo: Servidores do IDR-Paraná que trabalham com a cultura do café, estudantes de graduação, mestrado e doutorado, além de doutores que realizam pesquisas na cultura do café.

Carga horária: 32 horas.

Conteúdo programático: O curso é uma capacitação em melhoramento genético de plantas para resistência às doenças, insetos e nematoides. No curso serão abordados os seguintes temas: introdução ao melhoramento genético para resistência às doenças, insetos e nematoides; resistência qualitativa; resistência quantitativa; níveis de resistência; mecanismos de resistência; parâmetros genéticos e seleção de plantas para resistência às pragas e doenças via metodologia REML/ BLUP; métodos de melhoramento genético; piramidação gênica e durabilidade da resistência; estudos de herança; resistência à fungos, bactérias, vírus, insetos, ácaros e nematoides; metodologias de avaliação da resistência; número de avaliações necessárias para cada resistência.


                                              Melhoramento Genético de Café

O curso é uma capacitação em melhoramento genético de café.

Objetivos:

Geral: Capacitar estudantes e profissionais no tema melhoramento genético de café.

Específico: Capacitar a equipe técnica do laboratório de Genética de Café e do laboratório de Biotecnologia do IDR-Paraná visando auxiliar no programa de melhoramento desse instituto.

Público-alvo: Servidores do IDR-Paraná que trabalham com a cultura do café, estudantes de graduação, mestrado e doutorado, além de doutores que realizam pesquisas na cultura do café.

Carga horária: 40 horas.

Data de início: 10/01/2022

Data de término: 14/01/2022

Conteúdo programático: No curso serão abordados os seguintes temas: espécies de Coffea spp.; histórico do melhoramento genético de café arábica; melhoramento genético de café atual e do futuro; objetivos atuais do melhoramento genético de Coffea arabica; particularidades do café que interferem no melhoramento; tipos de cultivares; escolha de genitores; métodos de melhoramento para Coffea arabica; UDVs e campos de semente para lançamento antecipado e efetivo das cultivares; como as limitações burocráticas e financeiras afetam no tempo de desenvolvimento das cultivares; híbridos; clonagem; caracteres avaliados e seleção de plantas; metodologias para avaliação dos caracteres; parâmetros genéticos e seleção de cafeeiros via metodologia REML/ BLUP; resistência às doenças; resistência às pragas; resistência aos nematoides; resistência aos fatores abióticos (calor, seca, geada e alumínio); marcadores moleculares; diversidade genética; biotecnologia aplicada ao melhoramento; demandas e perspectivas futuras do melhoramento.

Docentes:
Gustavo Hiroshi Sera: Coordenador do curso, Doutor em Agronomia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e pesquisador do Programa Café do IDR-Paraná.
Valdir Mariucci Junior: Mestre em Agronomia pela UEL e doutorando em Agronomia da UEL.
Luciana Harumi Shigueoka: Mestra e Doutora em Agronomia pela UEL.
Caroline Ariyoshi: Mestra e Doutora em Genética e Biologia Molecular pela UEL.
Kawana Silva Bortolato: Mestre em Agricultura Conservacionista pelo IDR-Paraná e doutorando em Agronomia da UEL.


Curso: Curso Básico em Agroindústria
Público-alvo: Extensionistas e demais interessados
Carga Horária: 20 horas/aula
Objetivo Geral: Capacitação básica para extensionistas que trabalham na assessoria técnica a produtores da Agroindústria familiar. 
Responsável pela elaboração do curso no IDR-Paraná: Reni Antonio Denardi e Karolline Marqes da Silva.
Docentes: Estella Paula Galina, José Humberto Soares, Juliana Cristina Bittencourt, Karolline Marqes da Silva, Marceli Almeida Mendonça, Marcelo Barba Bellettini, Mariana Lopes Moraes de Paiva.
Responsável pela elaboração do curso na Escola de Gestão do Paraná: Valéria de Cássia Arantes (valeria.arantes@seap.pr.gov.br)

ATUALIZAÇÃO NOS PROGRAMAS DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL

O curso está estruturado em nove módulos de 4 horas. Serão apresentados vídeos com palestras gravadas seguidas de videoconferências via Google Meet da Escola de Gestão, onde serão discutidos os temas abordados.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Introdução a Defesa Sanitária Animal;
  • Atualização no programa de controle e erradicação da brucelose e tuberculose bovina;
  • Atualização em epidemiologia veterinária aplicada a defesa sanitária animal;
  • Atualização no programa de vigilância para febre aftosa;
  • Atualização no programa de fiscalização do comércio de produtos veterinários;
  • Atualização no programa de sanidade avícola;
  • Atualização no programa de sanidade dos suínos;
  • Atualização no programa de gestão da qualidade e supervisões internas;
  • Atualização no programa de controle da raiva, EEB e bem-estar animal.
  • Atualização no programa de controle do trânsito animal

PÚBLICO-ALVO

Fiscais de Defesa Agropecuária (Médicos Veterinários) e Assistentes de Fiscalização de Defesa Agropecuária da Adapar.

MODALIDADE: Curso EaD

CARGA HORÁRIA: 40 horas